Sábado, 09.01.21

A pandemia e o desporto!

O verdadeiro hino da essência do desporto!
Uma imagem que revela o desprezo do jogador às péssimas condições meteorológicas em prol do sacrifício, da luta e da concentração para o cumprimento de rigorosos objetivos...

Às adversidades, sejam quais forem, não basta que delas se esconda ou que delas se fuja que nem ratos, é necessário despir o desporto de outros objetivos, quiçá, obscuros e enfrentar tudo aquilo que conserva sua grandeza, pois do desporto; da sua prática e da responsabilidade, só a saúde restará como resultado!

A sustentabilidade dos sonhos de milhares de jovens em vincar em qualquer modalidade não se garante os enfiando em casa e, enfiados em casa, muito menos se garante os seus equilíbrios mentais; os seus crescimentos físicos e a diminuição de quaisquer focos pandémicos!

Parar é morrer!

Registo muito comum no futebol antigo, no serviço militar e na guerra!

FB_IMG_1610191009918.jpg

Na imagem: Daniel Guimarães, GR Nacional da Madeira 2020/2021

publicado por qvieira às 12:47 | link do post | comentar
Segunda-feira, 25.05.20

ESTRELA DA CALHETA FUTEBOL CLUBE

No próximo dia 5 de julho de 2020 o Estrela da Calheta FC completa 56 anos de existência.

 

Em 1964, Sr. Neno Vasco dos Santos e um grupo de amigos, no sítio da Estrela - Calheta, deram vida ao nosso Clube fundando a instituição através da formalização e registo de estatutos. A partir daí, até então, foram muitas as pessoas que corajosamente arregaçaram as mangas partilhando o seu próprio tempo entre as suas famílias e o nosso clube Estrela!

Até hoje, estão já escritas quase 6 décadas de uma história em que o seu trajeto ao longo dos tempos moldou-se às realidades rurais da nossa região; à posição geográfica do nosso concelho; às transformações políticas do nosso país; moldou-se debaixo das peripécias que todas estas realidades impuseram ao nosso Clube, que acompanhou sempre as evoluções que delas tanto nos fizeram crescer!

 

Estamos vivos e fortes! A sobrevivência da nossa instituição tem-se conquistado através do gosto pela prática desportiva e pela paixão fervorosa dos que nela colaboram! É o orgulho de pertencermos à Calheta que conquista todas as nossas batalhas!

 

Sustentada por apoios financeiros da Câmara Municipal da Calheta, que tanto se preocupa e nos acompanha; por apoios do Governo Regional, através da Direção Regional do Desporto; por apoios das juntas de Freguesia; paróquias da Calheta e de algumas empresas do nosso Concelho, que dentro das suas possibilidades fazem questão de colaborar financeiramente de modo a envaidecer as nossas gentes! Aos atletas, seus pais e familiares, o vosso apoio é fundamental, pois sois VÓS; somos NÓS, a FAMÍLIA ESTRELA DA CALHETA FUTEBOL CLUBE!!!

 

Não foram as consequências políticas do antes e do pós 25 de abril que nos extinguiram; não foram as crises “A” e “B” que nos empacaram; nem vai ser o Covid-19, nem o raio que os parta todos, que nos vão deitar abaixo!! Antes pelo contrário, são estes os desafios que nos fortalecem e nos dão força para continuar!!

 

FORÇA ESTRELA!! - Quirino Vieira

ECFC_1968.jpg

publicado por qvieira às 14:54 | link do post | comentar
Sexta-feira, 07.12.18

Mentalidades e formação no desporto!

Em virtude dos nossos direitos por tudo o que se dá das nossas diligências é exigível no mínimo uma recompensa, na vida ninguém dá nada a ninguém! As recompensas são as contrapartidas daquilo que fazemos ou que produzimos em bom proveito para o desenvolvimento da sociedade e que, por sua vez, estes esforços possam trazer algo que nos satisfaça e que contribua para a nossa sobrevivência!

 

Todos sabemos que quando se fala em recompensas não se trata de se falar apenas em contrapartidas monetárias que logram a nós em troca de alguma coisa. Um filho que reconhece e trata a sua progenitora por mãe ou que simplesmente sorria para ela, por si só, a compensação para a receptora é bastante satisfatória, diria até, eternamente gratificante e não há dinheiro que pague por tão hábil reconhecimento!... Desde um pequeno elogio até a um simples agradecimento; desde uma "palmadinha nas costas" até ao "quem por gosto faz regala a vida"; tudo o que em proveito do nosso tempo possa surgir em abono da nossa felicidade vai estar sempre ao encontro daquilo que faz valer a pena todos os nossos esforços e nos vai incentivar a continuar e a querer dar sempre o nosso melhor; vai fazer valer o nosso empenho; vai fazer com que o nosso tempo seja intrinsecamente dado como bem entregue e vai colocar em prática valores que sirvam de exemplo para os mais jovens!… Ao que por gosto fazemos e que para tal ficamos sujeitos ao trabalho, as recompensas convergem-se apenas em momentos de lazer; concentram-se no papel que  nos cabe; naquilo que nos satisfaz e que nos dá reconhecimento perante o ciclo social!

 

No entanto, o contexto das recompensas é deveras bem mais vasto e abrangente, o "lucro" alcançável não vai depender apenas dos nossos esforços e do nosso trabalho; do nosso empenho e dos nossos propósitos; da nossa sorte e da forma como se olha para o que se gosta de fazer… mas, principalmente, vai estar à mercê e vai depender da boa fé e dos propósitos alheios! Vai depender sempre da envolvente e da mentalidade ferida da nossa sociedade e vai depender do espelho que irá apresentar o reflexo dos nossos compromissos!... Por mais que profundo possa ser o nosso empenho de mortais que erramos, se o propósito das massas não estiver ao alcance do nível do umbigo de cada um, todas as recompensas que possam alimentar a nossa motivação caem por terra!...

 

A imposição do rigor, do plano disciplinar e do respeito obrigatório por aqueles que diariamente trabalham sob um plano já traçado, são trunfos muito importantes e necessários para equilibrar as hostes intelectuais! É importante ganhar coragem e agir!

 

Nunca vamos ser recompensados por alimentar, mesmo que involuntariamente, aquilo que enterra ainda mais a real mentalidade humana!... Em condições contrárias ao rigor disciplinar, o nosso contributo corre sérios riscos de numa multidão tornarem-se maus os que ainda bons são! O nosso bem intencionado contributo corre o risco de estoirar e tornar a curto prazo insustentáveis os nossos mais nobres projetos!...

 

Com isto, ficamos nós sujeitos àqueles que hoje nos estão a aplaudir, sejam os mesmos que amanhã nos vão negativamente apontar o dedo!...

 

- Quirino Vieira

publicado por qvieira às 20:17 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Janeiro 2021

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

arquivos

tags

participar

subscrever feeds

blogs SAPO