Acta - Escola Profissional Cristóvão Colombo

 

ACTA

 
 
Aos treze dias do mês de Outubro de dois mil e nove, pelas vinte e duas horas e dez minutos, realizou-se na Escola Profissional Cristóvão Colombo uma reunião presidida pela Tutora do módulo e com a presença dos nºs: um a vinte e três da turma em questão, com a seguinte ordem de trabalhos: Debate do novo capítulo nos costumes da formação profissional pós-laboral e aprovação das alterações do acórdão conspirativo sobre a realização de jantares comemorativos.
 
Com vista a realizar um inquérito sobre a aprovação e escolha do respectivo restaurante relativo aos jantares conspirativos da comemoração, foi proposto pela assembleia que o consentimento e submissão do evento, por parte de todos os formandos, transitem de apenas opção para obrigação.
 
A presente acta não tem como objectivo ferir susceptibilidades.
 
Foi o quebrar de algo que já há muito a causa exigia. O clima da minoria foi prontamente confrontado com diversos argumentos e teorias, associadas aos factos, que a maioria composta pelos defensores do sistema imputou.
 
Assim, ficou deliberado democraticamente através do direito ao usufruo da liberdade, sendo que na maior parte dos casos se verificou unanimidade nas decisões, que os obstantes da proposta agem em conformidade com os direitos descritos na Constituição Portuguesa. Ficando acordado, no entanto, que o sigílio das comemorações se mantenha intacto. As fotos, os vídeos e demais registos que testemunharão as ilustres tertúlias, ficarão na exclusividade em posse e apenas dos intervenientes da causa, com vista o impedimento de possíveis represálias impostas pelos censuradores da matéria.    
 
E, nada mais havendo a tratar, às vinte e duas horas e trinta minutos do mesmo dia, foi lavrada a presente acta que, depois de lida e aprovada, vai ser assinada pelo presidente e por mim, ************* , na qualidade de secretário, que a redigi.
 
O Presidente                                O Secretário
________________                   _________________
 

 

publicado por qvieira às 16:13 | link do post