Casas miniatura

Hoje de manhã, encontrava-me eu lá fora quando o Sr. João Amaral (com dois gritos) convidou-me que subisse até ao sótão da sua casa. Seguidamente e após ter eu contado, com a ponta dos pés, todos os degraus da escada de acesso ao anexo sob o telhado da sua moradia, ao entrar à porta lá no cimo, fiquei boquiaberto com aquilo que acabara de me aparecer à frente dos olhos!... Não contei, mas, a meia centena é com certeza ultrapassada pela quantidade de miniaturas urbanas, entre grandes e pequenas, que se encontram espalhadas pelos vários cantos daquele espaço! Tudo aquilo fruto de construção artesanal! As lascas de basalto; o cartão; a canavieira; as conchas marinhas; o arame e a madeira são as matérias primas que podem ser observadas a olho nu num trabalho em que o recurso à pachorra, neste caso, é mais importante que o valor que se possa aplicar aos seus resultados!

 

Às duas maiores (de 0,80m a 1,00m), uma delas ainda em fase de construção, tive a oportunidade de, em algumas perspectivas, registar imagens através da câmara do meu telemóvel:

 

publicado por qvieira às 15:23 | link do post | comentar